Falando sobre o amor

Hoje eu gostaria muito de falar sobre o amor….. Um sentimento que, realmente, nos remete a uma deliciosa viagem à dois!

Mas não é do amor pelas viagens e nem por objetos/coisas que venho aqui dissertar, e sim o amor entre duas pessoas e que une o coração delas. A partir desse ponto, quantas histórias não surgem né? Daí vem o sonho da viagem, o sonho do casamento na praia, o sonho da lua de mel perfeita…. São tantos desejos, tantos destinos, tantas coisas lindas e tantas cidades belíssimas para viver o amor.

Eu amo o amor!!!! Eu sou uma mulher apaixonada. E é com ele que vivo todas essas aventuras de viagens, conhecimentos e riquezas culturais. Recentemente, estávamos precisando de ter bens materiais e vi que nunca realmente preocupamos muito com isso (o que não significa que não seja extremamente importante também), mas sim, sempre preocupamos em manter o amor, e, este nosso sentimento, vive em sair por aí para experimentar as novidades e ter bagagens para contarmos aos nossos netos.

O amor entre duas pessoas passa por diversas provações… não é aquela coisa pacífica e calma… ou linda e eterna…. Passei por momentos muito difíceis onde achei que o amor não iria vencer a batalha… e ele sempre vence! Em nome de Deus, ele vence!

Perceber que, a melhor coisa que faço na vida, que é conhecer o mundo, tendo uma bagagem em uma mão e a outra presa à mão do meu amor, talvez não fosse mais acontecer, fez com que percebesse quão importante é viver no amor e na harmonia.

O prazer que tenho em viajar está intimamente ligado ao prazer que tenho em segurar a mão dele.

Gostaria de postar um texto sobre esse sentimento tão nobre: “Te escolhi para ser a pessoa a caminhar comigo nessa jornada. É por isso que tenho sempre caminhado e não te deixado parar pelo caminho (…). Temos caminhado juntos, descoberto tantas coisas, renunciado outras. Algumas vezes, tenho caminhado na frente enquanto te puxo pela mão. Outras tantas tenho me visto parada pelo caminho, mas logo vejo tua mão que não me deixa esmorecer (…). Vamos continuar buscando juntos, caminhando pela realidade, pelas belezas encerradas no cotidiano, olhando-nos nos olhos e enxergando Aquele por quem somos habitados. Nos unamos e façamos crescer o nosso amor, para amarmos por Ele, e perdoar-nos por amor a Ele. Quando errarmos, que encontremos Nele a novidade dos recomeços, do levantar mais forte e mais decidido. Que dilatemos nosso coração para a paciência e a mansidão, para o zelo e para o cuidado diário (…)”. Texto do Pe. Henri Caffarel.

Enfim, o amor é o sentimento mais puro que já experimentei na minha vida…. e ele vem em diversos formatos: pela benção de ter um filho, pela nossa família, pelos nossos amigos, conhecidos e até mesmo estranhos, mas, o que falo aqui hoje, é especificamente sobre o amor de um casal. Com o passar dos anos, acredito que cada um deve agir de uma forma particular a cada situação que essa relação à dois impõe… alguns com mais sabedoria e outros nem tanto. Não ser sábio, não significa o fim de tudo. Errar feio não significa que acabou. Quando o amor é verdadeiro e o outro sabe e sente como tal, as coisas que um faz em desacordo com os desígnios de Deus, ou em relação à sociedade ou mesmo em relação ao que acreditamos, tudo que os mantém unidos é mais forte e muito mais resistente. Ter a sua história pautada na troca de bons sentimentos, fazer as coisas que mais gosta sempre ao lado da pessoa amada, faz com que essa trajetória permaneça e se estabeleça em bases sólidas. Cerquem seu amor e seu caminhar em Deus, na família, na companhia de pessoas que desejam de coração todo o bem ao casal. Se blindem, se protejam, não deixem o mal invadir seu coração…. sejam luz, sejam o bem, sejam sempre amor!!! Cultivem o AMOR.

Planejem a sua primeira lua de mel com muito carinho e empenho, mas não se esqueçam nunca de planejarem a sua segunda, a terceira, a quarta…. e infinitas luas de mel, mas, sempre assim, com o clima de romance…. Pois, viajar com o companheiro (a) da sua vida ao seu lado não tem preço!

Eu tenho a MINHA PESSOA e não vejo nada no mundo acontecendo sem ela. Viajem muito ao lado do seu amor, conheçam o mundo ao lado do seu bem, sonhem juntos, planejem juntos e executem juntinhos.

Registrem… tirem fotos e quando o amor falhar, as observem com toda atenção e carinho e vejam que fizeram a escolha certa ao estar em cada um daqueles maravilhosos destinos ao lado de quem a sua pupila dilata e o seu coração bate mais forte.

“Somos o resultado dos livros que lemos, das viagens que fazemos e das pessoas que amamos”. Poucas frases têm tanto sentido para mim. E pensar que há quem passe pela vida, sem saborear nenhum dos três equalizadores!!

Quanto privilégio ter a plenitude desse enunciado realizado na minha vida!! Sou só gratidão e AMOR!

“Que tal iluminar a lua com o nosso amor?

Que tal te eternizar no pôr do sol de Salvador?

Eu e você tem tudo a ver

Numa só direção

Que tal nós dois velhinhos, mil histórias pra contar?

Até sem dizer nada a gente sabe conversar ”

*Trecho da música Jura Juradinho.

O amor é assim…. cabe em canções, pensamentos, poesias e em diversas situações, mas eu e você que amamos tanto nos deslocar de um lado para o outro não sabemos imaginar uma forma melhor de amar se não for a de viajar!!!!

25/08/2020 15h38
Por: Juliana Meneses
Acesse o link:

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em pauta

Outros posts

Viagens

Viagem Enogastronômica

Essa semana tem tanta coisa boa vindo por aí…. Já queria contar tudo de uma vez!!! A GIROTOUR é a SUA agência de viagens!!! Sempre

Leia mais »
Turismo

Destination Wedding

Vocês já repararam que, nos últimos tempos, uma das formas de casamento mais procurados pelos noivos é o Destination Wedding? Pensando nisso, resolvemos compartilhar com

Leia mais »
Amor

Falando sobre o amor

Hoje eu gostaria muito de falar sobre o amor….. Um sentimento que, realmente, nos remete a uma deliciosa viagem à dois! Mas não é do

Leia mais »
Rolar para cima